Este é definitamente o "ano do analógico" para mim. Tentando usar e depender cada vez menos do celular, estou procurando soluções baseadas em papel e caneta para coisas que antes eu fazia por aplicativos. E registro de hábitos é uma dessas coisas para as quais eu achei uma solução ótima.

Antigamente eu usava um aplicativo chamado Today para isso. Ele é maravilhoso, não nego. Um dos apps mais bonitos que já usei. Mas fazer tudo por aplicativos no celular acaba diluindo a importância das coisas.

Querendo ou não, o app que eu escolhi para me ajudar a não parar de fazer diariamente as coisas que eram importantes para mim ficava na mesma tela, na mesma caixa, no mesmo contexto, de coisas bem menos importantes, como Instagram e YouTube. Isso faz com que uma coisa tenha que competir com a outra pela sua atenção enquanto você usa o celular.

Então eu decidi que, se isso era tão importante para mim, eu tiraria do celular e aproximaria da vida real e do mundo físico.

Fiz isso usando o seguinte método, inspirado pela prática do Bullet Journal:

(Clique no CC para ativar legendas em Português. A propósito: eu mesmo legendei esse vídeo.)

Como é que é?

Se você assistiu o vídeo com atenção eu não vou fazer muito mais do que repeti-lo em primeira pessoa daqui em diante. Em resumo, é bem simples: eu faço uma linha para cada dia do mês em uma folha. No começo de cada linha vai o numeral do dia do mês e a primeira letra do dia da semana, e no final eu deixo uma "coluna" para cada hábito que eu quero focar naquele mês.

Usando uma folha quadriculada ou pontada, essas "colunas" ficam mais visíveis, mas não tem nenhum problema em usar uma folha lisa ou pautada. O importante é você enxergar as colunas no fim de cada linha.

No topo de cada uma dessas colunas eu escrevo o nome de cada hábito (por exemplo: "meditar", ou "dieta"), ou então somente uma letra para representá-lo. Se for somente uma letra, como mostra no vídeo, é importante criar uma legenda em algum lugar da folha explicando o que representa cada letra.

E é isso, no que diz respeito à configuração.

A primeira semana

Configurada a folha para o seu mês, é hora de começar a usar.

Coloque um pequeno ponto para cada hábito em cada linha da primeira semana, ao menos nos dias em que você idealmente gostaria de praticar aquele hábito.

Cada ponto representa a intenção de manter aquele hábito naquele dia daquela semana.

Mais ou menos assim

Ao fim de cada dia, faça um X por cima do pontinho se você fez a ação relacionada àquele hábito naquele dia.

Se não fez, deixe o pontinho e não se culpe — ao menos não muito.

Ao final da semana, talvez a sua folha esteja parecida com isso:

Invariavelmente menos X do que você gostaria

Na prática, os X que você marca representam quando você fez o que se propôs. Mas é útil pensar nisso de maneira um pouquinho mais filosófica: nesse caso, dá pra se dizer que eles representam os dias nos quais as ações do seu eu de hoje (aquele que age) estiveram de acordo com as intenções do seu eu do passado (aquele que planeja).

Você não é perfeito e não vai conseguir todos os dias. Não tem problema. O importante é o que você faz a partir disso. Como diz no vídeo, você pode começar a se culpar e pensar que é incompetente. É sempre uma opção. Mas você não ganha nada com isso, não cresce e não evolui. Muito mais útil é usar a informação de quantas vezes você conseguiu manter o hábito para melhorar sustentavelmente de semana em semana.

É por isso que, segundo esse método, você planejaria a segunda semana desta forma:

Ajustando a intenção de acordo com a realidade da ação possível

Semana dois em diante

A única coisa que muda a partir da segunda semana é que você não vai colocar pontos para marcar todos os dias da semana em que você gostaria de realizar o hábito, mas sim apenas nos dias em que conseguiu realizar o hábito na semana anterior.

Isso é um detalhe muito legal. Eu tenho bastante ansiedade relacionada a perfeccionismo, e em muitos momentos da minha vida eu desisti de coisas porque não admitia que elas ficassem "meia-boca". Ou eu obtinha um resultado perfeito, ou eu me considerava um fracasso e desistia.

Mas esse não é o caminho para nenhum tipo de crescimento.

Registrar e acompanhar a frequência dos hábitos importantes só tem valor real a partir do ponto em que isso te ajuda a se manter cada vez mais dentro deles. Ao se planejar para uma semana somente dentro da realidade do que você conseguiu fazer na semana anterior, você começa a semana com a confiança de que é possível.

Se você quiser fazer mais do que está planejado (ou seja, se quiser marcar X onde não há um ponto), nada te impede. Pelo contrário, isso é ótimo e vai te ajudar a aumentar a frequência dos hábitos até um ponto no qual você esteja contente.

Claro que, se você fizer ainda menos do que na semana anterior, ainda vale a lógica de antes: sem culpa. Apenas transforme o esforço atual em intenção futura e tente, na medida do possível, melhorar a partir disso.


(Opcional) E o espaço no meio da linha?

Bom, essa técnica do registro de hábitos é parte da prática maior de Bullet Journaling. Isso tem sido transformador para mim desde o início do ano, e ainda pretendo escrever muitos posts aqui a respeito de vários aspectos da prática.

Em resumo, o espaço no meio da linha, entre o numeral do dia do mês e a marcação dos hábitos, geralmente é utilizado como uma mistura de agenda e diário.

Isso significa que você pode tanto usar para escrever compromissos ou eventos antes da data em que eles vão acontecer, ou escrever uma breve linha a cada dia sobre o dia que passou, para lembrar no futuro ao analisar como foi o seu mês.

Eu particularmente uso das duas formas, mas dá pra usar exclusivamente de um jeito ou de outro.

Quais são seus objetivos?

Ler mais, meditar, me manter dentro da dieta dia após dia até atingir o peso que eu quero. São alguns dos objetivos que tenho para esse ano.

Quais são os seus?

Deixe um comentário abaixo e vamos conversar a respeito? (Se fosse no Facebook, você deixaria, então por que não aqui?) Quem sabe este post não gera uma conversa, e quem sabe essa conversa, estando pública aqui, não seja útil para outras pessoas no futuro?